SER TERAPEUTA…

A terapia é basicamente uma função de amor, e amor flui somente quando não há ego. Você pode ajudar o outro somente na medida em que você é não egoísta. No momento em que o ego aparece, o outro se torna defensivo. O ego é agressivo; cria uma necessidade urgente do outro defender-se . O amor não é agressivo; ajuda o outro a permanecer vulnerável, aberto, não defensivo. Então, sem amor não há terapia. Terapia é a função do amor; com ego, você não pode ajudar. Você pode destruir o outro. Em nome de uma ajuda, você pode atrapalhar o crescimento dele. Porém a psicologia ocidental foi pega numa confusão. Primeira coisa: a psicologia ocidental ainda pensa em termos de ego saudável. Isso é uma contradição; ego é uma espécie de doença. Ego não pode nunca ser saudável. Está sempre levando você a uma direção de mais e mais doenças. Mas, a psicologia ocidental pensa que as pessoas estão sofrendo de ego frágil. As pessoas não estão sofrendo desse mal: as pessoas estão sofrendo demais de egoísmo. Mas a sociedade é orientada pela mente masculina, orientada pela agressão; o único desejo da sociedade é conquistar tudo; então, naturalmente, você tem que eliminar tudo o que é feminino em você; você tem que deixar cair em esquecimento metade do seu ser e tem que viver com a outra metade. A outra metade não pode nunca ser saudável porque a saúde acontece através da totalidade. O feminino tem que ser aceito, o feminino é a ausência do ego; o feminino é a receptividade; o feminino é o amor. Uma pessoa totalmente saudável é totalmente equilibrada entre o masculino e o feminino. Este homem é total, e portanto saudável. No oriente nós não criamos nada paralelo ao psicoterapeuta. O oriente criou o mestre. O ocidente criou o psicoterapeuta. Quando as pessoas estão perturbadas mentalmente, elas vão ao psiquiatra no ocidente; no oriente elas vão ao mestre. A função do mestre é totalmente diferente. Ele não ajuda você a fortalecer o ego . Na verdade faz você sentir que seu ego já é muito… Elimine-o ! Uma vez que seu ego é eliminado repentinamente você é alguém total e harmonioso. Não há bloqueios. No oriente nosso pensamento é que o terapeuta não tem que trabalhar absolutamente. O terapeuta se torna um veículo da energia de Deus. Ele tem que estar disponível como um bambu oco; então Deus pode passar através dele. O curador deve se transformar somente numa passagem. O paciente é uma pessoa sob visão oriental que perdeu seu contato com Deus. Ela se tornou egoísta demais e perdeu seu contato com Deus. Ela criou uma espécie de muralha da China com ela mesmo, e não sabe mais quem é Deus. Ela não sabe mais o que é totalidade. Ela está totalmente desconectado das raízes da própria fonte da vida. Por isso ela está doente – mentalmente, fisicamente, ou de outra forma . A doença significa que ela perdeu o caminho da fonte. Espera-se que o curador a oriente e a conecte novamente com a fonte. Ela perdeu a fonte, mas você ainda tem a conexão. Você segura a mão da pessoa. Ela está escondida atrás da parede. Deixe estar escondida atrás da parede. Mesmo que você possa segurar essa mão através de um buraco na parede… se ela puder confiar em você – ela não pode confiar em Deus; ela não sabe o que significa Deus. Esta palavra se tornou sem significado para ela. Mas ela pode confiar no terapeuta , ela pode segurar a mão do terapeuta. O terapeuta está vazio, somente em sintonia com Deus, então a energia começa a fluir. A energia é tão vital, tão rejuvenescedora que mais cedo ou mais tarde ela destrói aquela muralha da China em torno do paciente; ele tem um relance de ausência de ego. Aquele relance o faz saudável e total; nada mais o faz saudável e inteiro. Então, se o terapeuta é ele próprio , um egoísta , é impossível. Ambos são prisioneiros. As prisões deles são diferentes mas elas não podem ser de muita ajuda. Meu pensamento final sobre terapia é que o terapeuta tem que se transformar num instrumento de Deus. Eu não estou dizendo para não ter “know-how”. Conheça as técnicas. Apreenda todos os tipos de terapias. Conheça o que for possível conhecer mais não se prenda a isso. DEIXE DEUS SER ACESSÍVEL ATRAVÉS DE VOCÊ . DEIXE DEUS FLUIR ATRAVÉS DO SEU “KNOW- HOW”. DEIXE-O SER A FONTE DE CURA E TERAPIA. É O QUE O AMOR É . O amor relaxa o outro, o amor transmite confiança ao outro. O amor transbordado sobre o outro, cura suas feridas . OSHO.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s