BELEZA AYURVÉDICA

 

A definição de beleza, segundo a medicina Ayurvédica é “subhanga karanam” que significa, transformar para um nível mais auspicioso todos os aspectos do organismo corpo-mente. Neste sentido, a beleza vai além da profundidade da pele, da utilização de cosméticos, da lipoaspiração, da cirurgia estética, ou mesmo do exercício físico. Não tem sentido buscar a beleza nas academias e salões de beleza – em vez de voltar-se para dentro e confrontar a infindável beleza interior.

A ayurveda crê que o segredo da verdadeira beleza repousa na combinação dos aspectos externos e internos da pessoa, para este perfeito e eterno fulgor da saúde equilibrada, que compreende o corpo, a mente e a alma. No nível físico, a Ayurveda descreve a beleza como produto da boa saúde de modo amplo e a uma dieta diária de acordo com os cuidados ayurvédicos apropriados a cada constituição individual. Mais do que a mera tarefa cosmética, envolve ainda o auto conhecimento e a incorporação do correto comer e dos hábitos saudáveis de estilo de vida. Quando a boa saúde é mantida dará uma colheita de ricos dividendos – ajudando a pessoa a ficar forte e saudável, mesmo após certa idade e, conduzindo a pessoa graciosamente a velhice. A beleza interior, por seu turno, se sustenta na saúde espiritual, que compreende as qualidades espirituais, a fortaleza interior para suportar as adversidades, os estados emocionais equilibrados e as habilidades mentais. A verdadeira beleza emana do relaxamento e da quietude interior. A verdadeira beleza significa envolver tudo que é positivo na vida, ter uma atitude amorosa e receptiva para consigo mesmo e com os demais e, penetrar conscientemente em si mesmo para conhecer e realizar sua verdadeira natureza.

 O equilíbrio do organismo corpo-mente da Ayurveda é adquirido pelo equilíbrio das três energias sutis de Vata, Pitta e Kapha; dos sete dhatus ou tecidos do corpo, que formam o plasma, o sangue, os músculos, a gordura, os ossos, a medula óssea e o fluído reprodutivo; agni ou o nosso fogo-corpóreo, responsável pela digestão do alimento; e dos resíduos corporais, como a transpiração, urina e fezes. O perfeito equilíbrio entre todos estes sistemas, associado à manutenção de um estado de paz e contentamento, leva a boa saúde e vitalidade. O que causa o desequilíbrio? Os já mencionados sistemas permanecem em equilíbrio quando a pessoa segue um estilo de vida regulado, que inclui a ingestão do alimento correto na hora correta, adaptando-se diariamente a um estilo de vida compatível com sua constituição, fazendo uma adaptação na dieta nas mudanças climáticas, regulando o sono, praticando meditação diária, exercícios de yoga e mantendo a pureza da mente e da alma.

Toda vez que violamos estes preceitos diários os desequilíbrios são causados resultando na acumulação prejudicial das toxinas no corpo, e por conseguinte causando as doenças. A agitação da vida moderna nos joga para fora do equilíbrio, forçando-nos a perder o contato com a natureza e nosso natural estado de ser. Muitos de nós trabalham até tarde da noite, e novamente levantam cedo para recomeçar o trabalho, privando-se de um adequado descanso e do sono reparador. Nem mesmo temos tempo para preparar nosso próprio alimento fresco e saudável, nos satisfazendo com a ingestão de alimento frio, ou do dia anterior, ou ainda preparado às pressas no forno microondas. Sentar-se três vezes ao dia com a família para as refeições parece quase impossível. Nos locomovemos em carros ou ônibus, respirando ar poluído todos os dias, suportando ruídos muito acima dos níveis de decibéis permitidos; trabalhando sob luz artificial e ambientes com ar condicionado. Praticamente ingerindo fast food, refrigerantes e cafezinho, tomando pílulas para dormir e prejudicando nossa visão em horas à frente da televisão. Não é de se admirar que o organismo se desequilibre e nossas vidas entrem em níveis quase intoleráveis de tensão e estresse, sugerindo problemas cardíacos, depressão, comprometendo relacionamentos e destruindo lares.

É indispensável levar um estilo de vida disciplinado e equilibrado antes de se começar a busca pela beleza. A ayurveda recomenda um regime de saúde e beleza diários e cuidados apropriados com nosso tipo de constituição, incluindo uma dieta adequada, hábitos saudáveis de estilo de vida, meditação, exercícios, uso básico de ervas, simples remédios caseiros, massagens e terapias de rejuvenescimento. A ayurveda relaciona intimamente a beleza interior com a exterior. O equilíbrio é que faz uma pessoa genuinamente bonita, expressando a beleza como produto da saúde interior e dos cuidados apropriados diários, em vez de apenas cuidar da fachada. O entendimento de como se cuidar, juntamente com uma alimentação apropriada e hábitos saudáveis de vida, resultarão na verdadeira expressão da beleza. Fonte: Jiva Ayurveda’s.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s