QUANDO AMAR SIGNIFICA SOFRER

“Quando amar significa sofrer, estamos amando demais. Quando grande parte de nossa conversa com amigas íntimas é sobre ele, os problemas, os pensamentos, os sentimentos dele  e aproximadamente todas as nossas frases se iniciam com “ele”, estamos amando demais. Quando desculpamos sua melancolia, mau humor, indiferença ou desprezo como problemas devidos a uma infãncia infeliz, e quando tentamos nos tornar sua terapeuta, estamos amando demais. Quando lemos um livro de auto-ajuda e sublinhamos todas as passagens que pensamos que irão ajudá-lo, estamos amando demais. Quando não gostamos de muitas de suas características, valores e comportamentos básicos, mas toleramos pacientemente, achando que, se ao menos formos atraentes e amáveis o bastante, ele irá se modificar por nós, estamos amando demais. Quando o relacionamento coloca em risco nosso bem-estar emocional, e talvez até nossa saúde e segurança física, estamos definitivamente amando demais.”

Trecho do livro “Mulheres que amam demais”, de Robin Norwood, Editora Siciliano.

Caso você ache que tem um problema de dependência emocional de pessoas ou de homens, talvez você precise de ajuda especializada. Recomendo a leitura do livro acima e  uma visita ao site das “mulheres que amam demais anônimas” – http://www.grupomada.com.br

Lembre-se: Um relacionamento, para dar certo, deve acontecer entre dois parceiros que compartilhem valores, interesses e objetivos semelhantes, e que possuam ambos capacidade para serem íntimos. Saiba que você é digna de amor, consideração e respeito ou seja, você merece o melhor que  vida tem a oferecer.

4 Respostas para “QUANDO AMAR SIGNIFICA SOFRER

  1. Em portugal, esta dependência atinge tanto as mulheres como os homens. Esta forma de dependência é muitas vezes a segunda droga de escolha, levando quem dela sofre ao total descontrole de sua vida.
    Esta dependência passa a maioria das vezes despercebida. Muitas vezes por falta de conhecimento dos técnicos de saúde, mas também por um grande atraso cultural na sociedade Portuguesa em relação as drogas.
    É muito vulgar encontrar mulheres e homens em cursos ou workshops motivados somente pela sua co-dependência, a quem nunca lhes foi indomesticado, a sua doença.

    • OI Antonio: Acho que essa dependência atinge tanto mulheres como homens, de forma global. Aqui no Brasil há homens que também sofrem dese mal. Contudo, ele é mais comum em mulheres, os homens tendem mais ao abuso de alcool e drogas. Como qualquer outra dependência leva a mulher (ou o homem) a comportamentos compulsivos, podendo levar até mesmo a morte. AMAR DEMAIS É UMA DOENÇA! conheço mulheres que perderam a saúde e outras que ficaram na miséria e até algumas que adquiriram o vírus da AIDS (SIDA) para não aborrecer seus parceiros que se negavam a usar camisinha – preservativo. Algumas se arruinam financeiramente e outras tentam o suicídio. É muito triste Antonio, obrigada por seu contato, sempre tão amável! Abraços aqui de São Paulo – Brasil!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s